Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Taxa de administração

Você já parou para pensar em como é usado o dinheiro que as empresas cobram para administrar um imóvel – ou os bancos para manterem o seu dinheiro na conta? A taxa de administração é justamente aquele percentual usado para gerenciar fundos, planos de saúde, seguros de vida ou de previdência, assim como para a administração de imóveis, por exemplo. Mas não é só: quando você decide investir algum valor em ações, a operadora também cobra uma taxa de administração, cujo valor varia de acordo com a quantidade e qualidade dos serviços que ela prestará a você, como análise de mercado e feedbacks.

A taxa de administração está presente também na sua poupança, e é aí, também, que se deve escolher com cuidado a instituição financeira onde ela será feita, porque, de acordo com o percentual, ela pode ter grande influência nos rendimentos, reduzindo o valor recebido. Ou seja, nos fundos de investimento ela financia o gestor que decidirá qual o melhor lugar para aplicar os seus recursos e é descontada, diariamente, em valor proporcional ao valor da cota – portanto quanto maior for a valorização, também maior será o seu desconto.

O que acontece é que, nesse caso, você deve ficar atento aos serviços prestados pela operadora e comparar preços de forma a obter a melhor taxa com os melhores serviços. Um valor muito alto pode zerar os ganhos reais com o capital total em fundos de renda fixa, por exemplo – exatamente o que aconteceu em fevereiro, quando eles não conseguiram alcançar o Certificado de Depósito Interfinanceiro (CDI) e os ganhos foram nulos para os que tiveram a taxa igual ou superior a 3%.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play