Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Salário mínimo

 

Salário mínimo é, segundo regulamentação em lei, a menor remuneração que uma empresa está autorizada a pagar aos seus funcionários. No Brasil, o salário mínimo foi instituído pelo governo Getúlio Vargas entre 1936 e 1938, tendo seu valor diferenciado entre as regiões brasileiras.

Desde a instituição do Real, em 1998, houve 18 reajustes, e hoje em dia (no primeiro trimestre de 2013), o valor do salário mínimo está em R$ 678,00, o equivalente a US$ 334 e a 260 euros por mês. Em contrapartida, segundo o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), o valor necessário para as necessidades vitais básicas do trabalhador e sua família como moradia, alimentação e tudo mais, está calculado a R$ 2.295, ou seja, quase 4 vezes mais do que o salário mínimo. Embora a diferença seja grande, esta relação já foi pior, um sinal de que a qualidade de vida do brasileiro tem melhorado. Para chegar ao valor do salário mínimo, os economistas consideram diversos aspectos do mercado de trabalho, como por exemplo a relação oferta e demanda dos setores.

A discussão entre vantagens e desvantagens do salário mínimo sempre acompanharam sua existência. Enquanto um lado afirma que a instituição de um valor mínimo para a remuneração do trabalhador diminui a pobreza, outros dizem que quando a menor remuneração possível torna-se alta, os trabalhadores menos eficientes são valorizados em detrimento aos que produzem mais.

Esta discussão revela um lado do salário mínimo que muita gente não percebe: que a economia caminha lado a lado com a política e que o papel dos representantes do povo no governo é muito importante.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play