Glossário

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T V

Rentabilidade

 

Quem abre um negócio precisa estar de olho na rentabilidade, isto todo mundo sabe. Mas no que implica realmente esta expressão? Algumas pessoas confundem rentabilidade com lucratividade, o que não é correto.

Enquanto a lucratividade está relacionada com a relação receita líquida x lucro líquido, os termos percentuais divulgado como rentabilidade representam a valorização do investimento feito em uma empresa.

Para entender melhor esta questão, é preciso definir cada um destes termos. Ao calcular a lucratividade de uma empresa, divide-se o lucro líquido pela receita líquida, que é base para todos os cálculos relacionados tanto à rentabilidade quanto à lucratividade. A receita líquida de uma empresa é obtida através de alguns passos: primeiro, da dedução de impostos, abatimentos e devoluções da receita bruta, ou seja, tudo o que entrou na empresa no mês. O próximo passo é descontar do valor obtido as despesas variáveis (ou seja, as matérias-primas e os insumos) e fixas (todas as despesas administrativas, financeiras e comerciais) da empresa, gerando assim, em caso de resultado positivo, o lucro bruto. Para chegar ao lucro líquido, é necessário ainda descontar do valor alcançado o imposto de renda e contribuições sociais.

Quem investiu na empresa e quer saber qual a valorização obtida com a aplicação precisa dividir o lucro líquido pelo patrimônio total: este é o valor da rentabilidade.

Para micro e pequenas empresas, a rentabilidade média prevista é de 2% a 4% ao mês. Um exemplo: digamos que uma empresa tenha lucro líquido mensal de R$ 2.000,00. Se o patrimônio total da empresa for equivalente a R$ 80.000, o termo percentual de rentabilidade equivalerá neste caso a 2,5% ao mês.