Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Regularização

Ter o nome sujo na praça traz uma série de inconvenientes que vão desde não conseguir abrir crediário em uma loja comum até problemas na hora de conseguir um novo emprego, por exemplo, mas é preciso tomar algumas precauções na hora de buscar a regularização de seus débitos. Antes de mais nada, faça uma consulta gratuita pela internet para ter certeza que o seu PF realmente encontra-se no cadastro de devedores – e agora tanto o Serasa quanto Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) disponibilizam o serviço on-line.

O segundo passo para a regularização é saber exatamente a quantia devedora e a empresa para a qual está devendo, mas preste atenção nos juros e multas cobrados para não acabar se enrolando novamente na hora do pagamento. Faça seus cálculos e veja exatamente quanto pode disponibilizar por mês e negocie um prazo maior ou um desconto considerável se o pagamento for à vista. Lembre-se que mesmo na hora da regularização não vale a pena assumir compromissos que depois você não conseguirá levar adiante.

Por isso o ideal é você mesmo fazer seus cálculos e procurar a empresa, ou o profissional que você deve, com a sua proposta real. Procure chegar a uma condição que seja favorável a ambos os lados, afinal o dois sairão lucrando com essa atitude, tanto quem receberá a quitação da dívida quanto você que voltará a gozar de todos os benefícios de ter o nome limpo.

Lembre-se que a empresa tem cinco dias úteis para retirar seu nome do cadastro de maus pagadores, inclusive já depois do pagamento da primeira parcela – mas que seu nome voltará para lá caso as demais não sejam pagas, é claro. Por isso é essencial que você faça os cálculos e procure a melhor forma de honrar seus compromissos.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play