Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Recebimentos

Quem tem ou pretende montar um negócio deve ficar atento a alguns conceitos que podem ajudar bastante na hora de compreender melhor a contabilidade. É claro que o ideal – e na maioria das vezes extremamente necessário – é ter um profissional qualificado encarregado das finanças, mas é sempre bom compreender o que são os recebimentos e como funcionam, por exemplo.

De uma forma básica, os recebimentos são formados pela soma dos pagamentos que uma empresa recebe mais o fluxo de caixa. A forma como esses entrarão podem variar – cheques, promissórias, cash, transferência bancária, depósitos etc – mas é quando o cliente liquida a fatura, quitando a sua obrigação em relação a um serviço contratado ou bem adquirido.

Quando, ao contrário, você vende mas não recebe, está na realidade fornecendo um crédito ao cliente e que, então, passa a ser considerado um financiamento. Assim, o ideal para o bom andamento da contabilidade é que este tempo médio entre a saída do produto e a entrada dos recebimentos seja o mais curto possível.

Desta forma eles estão diretamente relacionados ao ciclo operacional, que é justamente o período entre a venda e o pagamento do cliente e, quando se trabalha apenas com o sistema à vista, ele se iguala ao ciclo econômico, que é o tempo em que a mercadoria se encontra em estoque até a hora em que é vendida.

Mas é bom ficar atento: apesar de a concessão de crédito também facilitar a venda, ocorre o que é chamado de red flag quando a firma só consegue vender através do financiamento, comprometendo o capital recebido e aumentando o risco de problemas financeiras por falta de giro – ou por um tempo muito grande do ciclo financeiro, justamente o período entre a o pagamento a fornecedores e a quitação do débito pelo cliente.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play