Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Pessoa jurídica

 

Há diferenças entre pessoa física e pessoa jurídica. Para entender o segundo termo é essencial compreender o primeiro. A pessoa física é o sujeito natural, ou seja, você, seu vizinho, seu amigo ou algum familiar. Trata-se de todo e qualquer indivíduo estabelecido na sociedade, desde o seu nascimento até a sua morte.

A jurídica, em contrapartida, é uma entidade estabelecida no mercado de trabalho, podendo ser uma microempresa, uma companhia pública ou até uma iniciativa privada. Ou, ainda, as multinacionais. Independente do caso, ela precisa da pessoa física para funcionar.

Esse tipo de classificação indica que a figura jurídica também tem os seus vários deveres e direitos estabelecidos na ordem civil, assim como um indivíduo qualquer (mas resguardadas as devidas proporções). Responde por seus atos, mas de outra forma.

Enquanto a pessoa natural precisa fazer o Cadastro de Pessoa Física (CPF) para conseguir abrir conta em banco, por exemplo, a jurídica tem de fazer o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), sem o qual não pode exercer suas atividades.

Ambos os documentos (CPF e CNPJ) colocam a figura física e jurídica como legais na sociedade.

Uma empresa precisa comercializar algum produto ou disponibilizar algum serviço para que a pessoa física possa aproveitá-los. Uma loja de utensílios domésticos é, portanto, pessoa jurídica, que precisa da pessoa natural (consumidor) para continuar existindo.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play