Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Parcelamento de dívidas

Quando você pensa no valor total da sua dívida, sua vista escurece e um mal estar toma conta do seu corpo? Não se desespere: este não é o final do túnel: a renegociação de dívidas e o consequente parcelamento em prestações menores vão fazer a situação melhorar e muito.

Em primeiro lugar, o mercado está aberto para quem deve e não nega, ou seja, quem recorre à instituição financeira e, de maneira sincera, explica sua situação. A perda de emprego ou a aparição repentina de uma doença grave na família são situações que nem sempre podem ser previstas. Portanto, se este é o seu caso, o caminho é requerer o parcelamento das dívidas junto ao seu credor. Mas cuidado: antes de aceitar a proposta, você precisa estar ciente de quanto pode dispor todo mês para pagar. A prestação excede 15% da sua renda pessoal ou familiar? Então tente pechinchar até conseguir que o valor das mensalidades atinja um nível que seja compatível com as suas finanças. Muitas instituições calculam o reajuste das parcelas a partir de juros abusivos: se este for o seu caso, você pode recorrer ao Juizado de Defesa do Consumidor da sua região e até mesmo fazer uma denúncia.

Os casos clássicos de inadimplência no Brasil aparecem com dívidas no cartão de crédito (especialmente quem paga somente o valor mínimo) e no cheque especial. Ambos os tipos de contrato oferecem juros altíssimos, que fazem com que as dívidas explodam. O ideal é cancelar tanto um quanto o outro, e pedir o parcelamento das dívidas, que neste caso, sofrerão reajustes apenas de 2% ao mês, ao invés de 10%.

O Serasa está oferecendo um site que ajuda o consumidor que já tem seu nome no SPC a negociar a dívida, estabelecendo o contato entre devedor e instituição credora, muitas vezes resolvendo todo o processo online. Consulte o “Limpa nome” se este é o seu caso.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play