Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Letra de Crédito Imobiliário (LCI)

 

Para quem quer correr poucos riscos, a Letra de Crédito Imobiliário(LCI) é uma opção. O crédito, enquadrado na categoria de renda fixa, tem lastro de créditos imobiliários que são garantidos por hipotecas ou alienação fiduciária, ou seja, quando o próprio bem faz parte do contrato de pagamento do crédito. A Letra de Crédito Imobiliário veio juntar-se à poupança, na década de 1990, como medida para incentivar o mercado de crédito imobiliário no Brasil.

Um investimento na Letra de Crédito Imobiliário(LCI) implica em algumas condições: em primeiro lugar, o dinheiro aplicado não pode ser resgatado a qualquer momento, e sim, em prazos definidos pelo investidor que variam de 2 meses a 3 anos. O prazo mais curto pode significar também menor percentual, pois os rendimentos são baseados na CDI (Certificados de Depósitos Interbancários) e também pelos índices de preços.

A grande vantagem para o pequeno investidor é a isenção do Imposto de Renda, porém, com restrição na liquidez. Comparando com o CDB, quanto maior o tempo de aplicação menor a vantagem da LCI. As aplicações tem proteção legal até R$ 70 mil, o que torna este título de crédito de renda fixa uma aplicação atrativa para quem quer investir em instituições de maior risco. Porém, para aplicar na Letra de Crédito Imobiliário(LCI) é preciso ter pelo menos R$ 30 mil à disposição. Em alguns bancos a aplicação mínima começa somente a partir de R$ 50 mil.

Entre os bancos brasileiros que oferecem a LCI estão a Caixa Econômica Federal, o Itaú, o Brazilian Mortgages e o Banco BVA.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play