Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Empregado Doméstico

 

O capitalismo motivou o ingresso das mulheres no mercado de trabalho, dividindo o espaço antes dominado (totalmente) pelos homens. Atualmente, é difícil quem fique em casa para fazer a limpeza ou cuidar dos filhos, e a não ser em raros casos, as pessoas acabam recorrendo ao serviço de empregado doméstico para suprir a demanda da limpeza da residência.

O empregado doméstico é um tipo de prestação de serviços que pode ser remunerado por dia ou por mês (dependendo do acordo firmado entre patrão e empregado). Aos poucos essa mão de obra abundante no Brasil está conquistando seus merecidos direitos, como registro em carteira de trabalho, acesso a vale transporte e, em algumas situações, plano médico.

O empregado do lar tem como base e referência de remuneração, em âmbito residencial, o salário mínimo. Cabe ao empregador fazer os cálculos corretos caso o contrate uma vez por semana, por exemplo.

Além dessa conquista de certo modo tardia – pois muitos acertos, antigamente, eram feitos através do boca a boca –, o empregado doméstico conseguiu ter direito de usufruir feriados civis e religiosos, ou em caso de hora-extra receber o valor dobrado do dia ou folga em outra data no mês.

De acordo com a constituição brasileira, o empregado do lar tem direito ao 13º salário, repouso remunerado toda a semana (de preferência aos domingos) e as merecidas férias de 30 dias corridos.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play