Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Débito Direto Autorizado (DDA)

 

Desde o dia 19 de outubro de 2009 está em vigor uma nova modalidade de pagamento: o Débito Direto Autorizado(DDA). A Febraban, Federação Brasileira de Bancos, implementou o projeto com o objetivo de diminuir a impressão de boletos bancários, tornando todo o sistema eletrônico. Assim, boletos de planos de saúde, mensalidades escolares e assinaturas de publicações ficam disponíveis para visualização em um processo unificado entre empresas, bancos e clientes. Mas como funciona?

Em primeiro lugar, é preciso que tanto as empresas cobradoras quanto os consumidores cadastrem-se junto ao banco onde o pagamento será efetuado. Preenchendo um formulário, clientes pessoas físicas e jurídicas podem ter o status de “sacado eletrônico” em todos os bancos onde possuem conta. Por sua vez, a empresa faz a mesma coisa, passando a ser “cedente” no sistema de débito direto autorizado(DDA). Se sacado e cobrador estiverem no cadastro, torna-se possível a emissão do boleto e, assim, o recebimento eletrônico por parte das empresas cobradoras.

Os clientes pagadores podem acessar todos os boletos eletrônicos através do internet banking de seus próprios bancos. A diferença do Débito Direto Autorizado(DDA) para o débito automático é que o pagamento não é acertado previamente para uma data mensal fixa: o cliente decide quando vai pagar os boletos visualizados no sistema e autoriza o banco para cada um deles. Desta maneira, todos os pagamentos podem ser visualizados de maneira unificada, facilitando o controle de despesas do consumidor e livrando o meio ambiente de milhões de páginas de cobranças.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play