Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Carregamento

Quem compra um plano de aposentadoria privada nem sempre está a par dos valores pagos, principalmente no que se refere a detalhes como taxas administrativas, como o carregamento, por exemplo. Segundo a Folhainvest, estas taxas podem significar, ao longo de 20 anos, o equivalente a um terço do montante alcançado com as parcelas mensais.

É sabido que os investidores do Plano Gerador de Benefícios Livres pagam 1% de carregamento, ou seja, a taxa que incide sobre o valor da contribuição mensal. Muitos desconhecem, porém, a taxa que beneficia o gestor financeiro, em valor de 3,5% ao ano sobre o montante total, dependendo do plano. O carregamento é utilizada pelos planos para cobrir despesas como comissão de vendedores e o envio de documentos, obrigatórios por lei. Já a taxa de gestão financeira vai para o fundo de investimento aonde vão parar os depósitos mensais, e é descontada da rentabilidade, ou seja, fica oculta nos extratos.

Unindo-se carregamento e taxa de gestão financeira, a mordida no investimento acaba sendo grande. Apenas a título de exemplo: uma contribuição mensal de R$ 200 para o plano de um banco X que cobra 3,5% de carregamento e 3,5% de gestão financeira vai gerar uma poupança de R$ 60.143, mas para isto terão sido pagos mais de R$ 20.000 em taxas.

Especialistas afirmam que as taxas são altas demais e além disto, não aparecem devidamente na divulgação dos planos. Eles também recomendam aos interessados que se informem em detalhes, perguntando especificamente sobre todas as taxas envolvidas no processo, antes de fechar um contrato de previdência privada, para evitar surpresas desagradáveis.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play