Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Caderneta de poupança

 

Caso tenha a oportunidade de poupar uma grana vá em frente, pois isso pode assegurar melhores condições para a formação acadêmica ou então para investimentos, viagens, etc. Atualmente, existem diferentes meios para guardar uma graninha, sendo um dos mais conservadores a caderneta de poupança.

Dentre todos os investimentos, essa modalidade é, de fato, a mais conservadora, sendo também a que menos rende. Caso você não tenha pressa em resgatar o dinheiro investido, é uma boa solução. De todo jeito, é importante realizar aportes (contribuições, depósitos) todos os meses, já que o índice de rendimento incide mensalmente.

A caderneta de poupança pode ser feita por qualquer cidadão munido de CPF, documento de identidade e comprovantes de renda e de residência. Várias são as instituições com essa disposição.

Imagine que você, tem uma boa grana aplicada numa caderneta de poupança e o banco entra em falência. Neste caso, deve chamar o PROCON, entrar com uma ação etc.? Acalme-se, pois se a instituição decretar falência ou for liquidada, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) está aí para gerenciar os mecanismos de proteção para o próprio investidor.

Caso você não tenha ideia, o FGC recolhe 0,0125% do valor dos depósitos totais das filiadas(montante que você acaba fazendo parte). Lembre-se, porém, que caso seja afiliado à cooperativas de crédito não terás acesso ao Fundo.

Por isso, é bom saber se sua aplicação é assegurada pelo FGC. Além dessa questão, o valor máximo pago ao cliente, caso alguma empresa entre com processo de falência, é de R$ 70 mil. Tenha cuidado!

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play