Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Atraso no pagamento

 

A maioria das pessoas não deixa de pagar conta porque quer, primeiramente porque o nome pode ficar sujo na praça, depois em função das multas sobre o valor da fatura. Para ajudar a orientar o consumidor nessa questão de atraso no pagamento, a Fundação Procon de São Paulo dá algumas orientações.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, quando uma pessoa contrata um serviço ou então adquire produto financiado (parcelado), as multas de mora (ou multas por atraso no pagamento) não podem exceder 2% do valor da prestação. Se você comprou um televisor em 12 vezes de R$ 200, o custo da parcela após o vencimento não pode exceder R$ 204. O mesmo se você tiver financiado uma casa própria, um veículo automotor ou adquirido um empréstimo.

Quer saber de outros casos onde isso é aplicável? Em convênio médico e em mensalidades escolares, além de luz, água e consórcio. Ainda, segundo o Procon-SP, desde 2003 essa regra se aplica ao atraso no pagamento de despesas de condomínio.

Não existe obrigatoriedade em relação a cursos feitos livremente (de música, dança e idiomas, por exemplo). Obviamente, é importante ficar atento para evitar abusos!

O mais indicado é evitar atrasos, pois quase sempre essa regra deixa de ser aplicada no mercado, justamente porque existem contratos firmados de acordo com interesses das empresas – que estão sempre amparadas, de alguma forma, pela justiça. Se vir algo errado procure imediatamente os seus direitos. Atrasar não significa que você não tem seus direitos. Então, nunca se sinta constrangido.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play