Glossário

O Glossário Financeiro do Guia Bolso explica os termos financeiros mais usados. Nosso objetivo é te ajudar a entender sua vida financeira.

Acordo de dívida

A data limite de pagamento chegou e você não tem como quitar sua dívida: o que fazer? Para estes casos, existe uma solução chamada acordo de dívida. Afinal, mesmo controlando com cuidado sua saúde financeira, pode haver um acontecimento inesperado, e suas reservas nem sempre são suficientes para cobrir tudo.

É por isto que existe o acordo de dívida, e ele aparece de diversas formas no mercado financeiro, dependendo se o credor é um banco, uma loja ou uma pessoa física. Os bancos oferecem como acordo de dívida o parcelamento do montante a ser pago, cada um com sua taxa de juros, ou seja, este é um fator a ser negociado caso a caso. O resultado: ao invés de ter uma grande dívida, você paga todo mês uma quantia que não pode exceder 30% da sua renda.

A vantagem do acordo de dívida é que, a partir do pagamento da primeira parcela, a situação do devedor muda. Para os cadastros de restrição ao crédito, como o SPC, SCPC e o SERASA, constam novas datas de vencimento. Isto significa que, durante o período do parcelamento, não deve haver nenhuma restrição ao crédito na praça.

Se a dívida for muito além do que suas finanças pessoais podem pagar, aconselha-se procurar um advogado, pois neste caso, uma pessoa física sem conhecimento das leis e de seus direitos torna-se ainda mais vulnerável. O advogado pode acompanhar as negociações na hora do fechamento do acordo de dívida, garantindo assim, as melhores condições de parcelamento, bem como outras soluções referentes às finanças pessoais de cada um.

Baixe agora o aplicativo de
guia financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play